Modi Aprova o Esquema PRITHVI para Prever Desastres Naturais

Mundo

O Primeiro-Ministro Narendra Modi, liderando o Gabinete da União, deu sinal verde para o abrangente esquema “PRITHVI” do Ministério das Ciências da Terra, conforme anunciado pelo Gabinete de Informação à Imprensa. O esquema unificado reunirá cinco programas já em execução, visando oferecer serviços essenciais relacionados ao tempo, clima, oceano, estado costeiro, hidrologia, sismologia e desastres naturais.

O PRITHVI tem metas ambiciosas, incluindo aprimorar e manter observações de longo prazo da atmosfera, oceano, geosfera, criosfera e terra sólida da Terra. O foco está na criação de sistemas de modelagem para entender e prever perigos climáticos, oceânicos e climáticos, explorando regiões polares e de alto mar em busca de novos fenômenos e recursos.

Além disso, o esquema visa desenvolver tecnologia para o aproveitamento sustentável dos recursos oceânicos e traduzir conhecimentos científicos em serviços para benefícios sociais, ambientais e econômicos.

O Ministério das Ciências da Terra desempenhará um papel crucial na transformação das aprendizagens desses sistemas em serviços cruciais, como previsões meteorológicas e alertas de desastres naturais. O PRITHVI será implementado ao longo de cinco anos e compreende cinco sub-regimes:

  1. ACROSS: Sistemas e Serviços de Observação de Modelagem de Pesquisa Atmosférica e Climática.
  2. O-SMART: Serviços Oceânicos, Aplicação de Modelagem, Recursos e Tecnologia.
  3. PACER: Pesquisa de Ciência Polar e Criosfera.
  4. SAGE: Sismologia e Geociências.
  5. REACHOUT: Pesquisa, Educação, Treinamento e Divulgação.

Esses sub-regimes abrangem observação atmosférica, pesquisa oceânica, ciência polar, sismologia e divulgação educacional. O objetivo é abordar desafios relacionados ao clima, oceano, criosfera, ciência sísmica e uso sustentável de recursos por meio de pesquisa multidisciplinar integrada.

A iniciativa PRITHVI destaca o compromisso da Índia em avançar na pesquisa em ciências da Terra e fornecer serviços confiáveis para o bem-estar da nação. O Gabinete também aprovou a alocação de Rs 4.797 milhões para o esquema, reforçando seu compromisso com a ciência e a segurança ambiental.

Fonte/Créditos: Firstpost

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *