Novas formas de monetização no YouTube

Mídia Digitais

O YouTube anuncia a entrada de Shorts, no Programa de Parcerias do YouTube (YPP). Mas os criadores só poderão se inscrever para participar do YPP a partir do início de 2023. Para se inscrever tem que ter, no mínimo, mil assinantes e 10 milhões de visualizações em seus Shorts num período de 90 dias. Já para os iniciantes a plataforma lançara um nível de requisitos menor e acesso antecipado a recursos de Fan Funding como Super Thanks, Super Chat, Super Stickers e tornar-se Membro do canal.

“Fico orgulho de dizer que esta é a primeira vez que compartilhamento de receita real é oferecido a vídeos curtos em escala em qualquer plataforma”.

Disse Neal Mohan, diretor de produto do YouTube.

Shorts com mais músicas

O YouTube também anunciou que Programa de Parcerias que vai facilitar o acesso a músicas licenciadas, para que os criadores não arrisquem e tomem um copyright, por uso de músicas não autorizada.

YouTube x TikTok

A movimentação por trás de tudo isso é obvia! A plataforma de vídeos da Google está mirando nos usuários de TikTok, o grande responsável pela popularização por esse tipo de formato de vídeos curtos. Que vem aumentando cada vez mais sua audiência nos últimos anos.

O Short é a jogada do YouTube para mantar seus principais produtores de conteúdos, que já ganham fortunas com os vídeos logos e tradicionais.

Vale lembrar que o TikTok tem uma ferramenta de monetização, o TikTok Pulse. E ele é bem restrito e permite somente 4% de todos os vídeos compartilhados na rede social sejam monetizados. No Shorts as regras são as mesmas que os outros formatos de vídeo na plataforma.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *