Imagem de um Tesla sendo carregadas

Tesla Anuncia Maior Recall na China por Problemas no Autopilot

Business

A Tesla está enfrentando um desafio significativo na China, onde mais de 1,6 milhão de veículos elétricos, incluindo os modelos S, X, 3 e Y, estão sujeitos a um recall massivo. O motivo principal é a detecção de falhas no sistema de direção assistida automática e nos controles de travamento das portas, marcando o maior recall já realizado pela empresa no país asiático.

Recall de 1,6 Milhão de Veículos na China:

A Administração Estatal de Regulação do Mercado da China anunciou oficialmente o recall na última sexta-feira. A Tesla, com base em Pequim e Xangai, planeja solucionar a maioria dos problemas por meio de atualizações remotas, minimizando a necessidade de proprietários visitarem os centros de serviço.

O recall é uma resposta direta a problemas na função de assistência automática de direção, afetando a segurança dos modelos S, X, 3 e Y importados. O comunicado alerta para um risco aumentado de acidentes durante a utilização da função de direção automática.

Além disso, a correção do controle lógico de desbloqueio das portas nos modelos S e X importados visa evitar que as travas se abram inadvertidamente durante colisões, afetando 7.538 veículos fabricados entre outubro de 2022 e novembro de 2023.

Desdobramento de Investigação nos EUA:

Este recall é um desdobramento de uma investigação de dois anos conduzida pela Administração Nacional de Segurança no Trânsito Rodoviário dos EUA (NHTSA). A investigação abordou uma série de acidentes, alguns fatais, relacionados ao sistema de direção parcialmente automatizado Autopilot. A conclusão foi que o sistema estava defeituoso, levando a atualizações para reforçar a atenção dos motoristas.

Impacto na Indústria Automotiva Chinesa:

A China, crucial para a Tesla, representa um mercado vital e centro de produção. A empresa, sob a liderança de Elon Musk, estabeleceu fortes laços com as autoridades chinesas. A fábrica em Xangai, inaugurada em 2019, produz veículos para a China, Europa e outros mercados estrangeiros, destacando a importância do país no cenário global da Tesla.

Apesar dos desafios, a Tesla permanece como a segunda maior vendedora no mercado chinês de veículos elétricos, competindo com a líder BYD. Este recall reforça a necessidade de vigilância contínua na indústria automotiva em relação à segurança e inovação.

Fonte/Crédito: Bloomberg e Wall Street Journal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *